Bebê com duas cabeças nasce no México; vídeo mostra primeiros mome

 

Foto: Reprodução / YouTube   \\\postado por Revista Baiana de Notícias da RBN FM 93, 5 
Uma mexicana deu à luz, na última sexta-feira (6), um bebê com duas cabeças. De acordo com o Instituto de Seguro Social Mexicano (IMSS), o parto aconteceu em Ciudad Juárez. Logo após o nascimento, foi divulgado no YouTube um vídeo curto da criança. Não foi informada identidade dos pais ou do bebê. Um recém-nascido bicéfalo difere de gêmeos siames
     Morre bebê mexicano que nasceu com duas cabeças

 

Reprodução / YouTubeMorre bebê mexicano que nasceu com duas cabeças
O bebê que nasceu com duas cabeças em Ciudad Juárez, no México, morreu neste domingo (8). De acordo com informações divulgadas nesta segunda-feira por jornais locais, o recém-nascido foi internado logo após o nascimento, na última sexta, mas não resistiu. Um vídeo que mostra os primeiros momentos após o nascimento gerou repercussão nas redes sociais (veja aqui). Os médicos ficaram surpresos com o nascimento, já que não se tratava de gêmeos siameses, que têm corpos distintos e são unidos em algum ponto. A mãe da criança permanece internada e passa bem. A identidade da família não foi revelada.

 

Nigeriano morre por ‘estresse por ereção prolongada’ enquanto fazia sexo com amante

 

Nigeriano morre por 'estresse por ereção prolongada' enquanto fazia sexo com amante
Nigeriano morre por ‘estresse por ereção prolongada’ enquanto fazia sexo com amanteFoto: Daily Mail
Um nigeriano de 30 anos morreu em um quarto de hotel de “estresse por ereção prolongada”, após tomar uma droga do sexo para se relacionar com a amante. O homem, que se chamava Samson, era pai de três filhos, e foi encontrado morto no hotel, no estado de Delta. Segundo o site Daily Mail, exames pós-morte apontaram que ele havia consumido a droga Manpower sem receita, que tem efeitos semelhantes ao Viagra. A morte foi causada pois ele não conseguia ejacular após um longo tempo de relação sexual. A mulher fugiu após o incidente. Médicos alertam que há riscos de ingerir o medicamento sem orientação e prescrição.