Paulo Afonso-BA, 12/08/2022
logo-275x210

Bancada baiana rechaça “retaliação” à Ford e cobrará explicações a Paulo Guedes

Por Agência de Notícias RBN

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter

Postado por Agência de Notícias RBN \\\\ Portal da RBN FM 93 , 5

 

A bancada baiana no Congresso Nacional reagiu às ameaças veladas de emissários do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) sobre a continuidade dos subsídios federais para a fábrica da Ford em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador.

“Qualquer mudança seria uma questão injustificável, não vai acontecer. Nós não vamos aceitar qualquer retaliação. É mais um mal entendido do governo. A bancada baiana não vai aceitar nenhum fato retaliatório”, afirmou ao BNews o deputado federal Félix Mendonça Jr., coordenador da bancada baiana.

 Governo Bolsonaro ameaça futuro da Ford na Bahia; entenda

Segundo ele, o bloco cobrará explicações do ministro da Economia Paulo Guedes sobre o tom usado pelo secretário de Produtividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa, durante uma reunião na última quinta-feira (7) com representantes da Ford, do governo de São Paulo e da prefeitura de São Bernardo do Campo em virtude dos efeitos negativos provocados pelo fechamento da fábrica naquela cidade.

Pelo Twitter, o deputado Cacá reforçou a reclamação. “Vamos aproveitar a reunião da bancada baiana no congresso na próxima quarta e apresentar documento pedindo explicações ao ministro Paulo Guedes e ao Secretário de produtividade Carlos da Costa sobre essa reunião. Não vamos aceitar qualquer tipo de retaliação a Ford na Bahia”.

Cacá Leão

Vamos aproveitar a reunião da bancada baiana no congresso na próxima quarta e apresentar documento pedindo explicações ao ministro Paulo Guedes e ao Secretário de produtividade Carlos da Costa sobre essa reunião. Não vamos aceitar qualquer tipo de retaliação a Ford na Bahia.

Félix Jr. explicou que o fechamento da unidade em São Paulo “é um fato isolado” e se trata de estratégia global da empresa, que já havia sido comunicada a ele por representantes da empresa em uma visita ao seu gabinete.

“Quando mexe nos interesses da Bahia a bancada é muito unida, independente de oposição ou governo. Não vamos aceitar. Não se brinca com coisa séria, uma questão importante como essa. Não se pode tratar com leviandade”, acentuou o pedetista.

 

Por: Arquivo BNews Por: Eliezer Santos \\\ Foto reproduçao 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.