Paulo Afonso-BA, 12/08/2022
logo-275x210

No ultimato de Neto, a estratégia explícita: Salvador é fundamental

Por Agência de Notícias RBN

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Postado por Agência de Notícias RBN   \\\   Portal da RBN  FM  93 ,  5
Levi Vasconcelos \\ Atarde

 

políticos se indagavam ontem: o que deu em ACM Neto para declarar, como o fez para o site BNews: ‘Quem estiver comigo vai ter que apoiar o meu candidato. Quem não apoiar meu candidato não está comigo. É simples’.

Mais que simples, é simplíssimo. Se Neto quer respirar com um mínimo de competitividade em 2022, é fundamental manter o poder em Salvador agora, em 2020. Não é à toa, também, que ele já botou o pé na estrada, sem delongas, entregando o bastão municipal para o vice, Bruno Reis, a bola da vez.

Incertezas – Lógico que até 2022 ainda há muitas águas a rolar. E Rui Costa vai manter a sua base unida? E quem será o nome na disputa do governo? E Bolsonaro, como chegará ao fim do governo? E quem serão os presidenciáveis competitivos com os quais os baianos vão se aliar?

Sabe-se lá, mas o certo é fazer o melhor no momento para credenciar-se a um lugar de fala idem adiante.

No caso de Neto, há um agravante desfavorável. O poder da prefeitura de Salvador é bastante limitado. Daí decorre que uma enxurrada de oposicionistas nos quatro cantos do estado estão bandeando para o único lugar que têm, os braços de Rui, via João Leão ou Otto Alencar.

Ademais, Bolsonaro é aliado, mas nem tanto. Com a sua ‘nova política’ está deixando os seus a ver navios. Nesse oceano de incertezas, o certo é brigar para segurar o que tem na mão. É simplíssimo, não?

Sidninho e o fedor do Lucaia

O vereador Sidninho (Pode), líder da oposição na Câmara de Salvador, cobra da Embasa solução para o Canal do Lucaia, que espalha fedor pelo Vale das Pedrinhas, Santa Cruz, Nordeste de Amaralina, Rio Vermelho e Horto Florestal.

Se Sidinho der uma olhadinha com mais atenção por Salvador, vai ver que muitos outros locais, em áreas nobres e muito nas pobres, fedem tanto quanto ou bem mais. Aliás, tem gente que mora colada com o fedor.

Tapete rubro para Bellintani

Do deputado federal Marcelo Nilo, sobre a possibilidade de o PSB, partido dele, lançar candidato a prefeito de Salvador em 2020:

– Vamos lançar candidato, sim. E a preferência é da deputada Lídice da Mata, mas com uma ressalva: se Guilherme Bellintani quiser vir, embora eu seja Vitória, boto tapete vermelho para ele.

Bellintani, presidente do Bahia, vem sendo cortejado como prefeiturável por partidos da base de Rui Costa.

Castro no PSD reforça Otto

Aliás, o senador Otto Alencar tem sido o grande beneficiário das defecções na oposição a Rui Costa. Acaba de ganhar para os seus quadros o ex-deputado Augusto Castro, que era do PSDB e há tempos, ainda não no mandato, queixava-se de que ‘ser oposição é duro de roer’.

O que faz Marcelo Nilo dizer que, se 2022 fosse hoje, o governadorável mais forte entre os governistas seria Otto:

– É quem mais está engrossando o pescoço.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.