Paulo Afonso-BA, 19/08/2022
logo-275x210

Professora da UNEB Campus VIII destacada indignação e permanência de greve das universidades baianas.

Por Agência de Notícias RBN

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter

Por AC Zuca

A professora da Universidade Estadual da Bahia (UNEB Campus VIII – Sede Paulo Afonso), Elília Camargo, representante da ADUNEB (Sindical dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia), concedeu entrevista exclusiva a Rádio Bahia Nordeste destacando a continuação da greve das universidades estaduais.

“Não concordamos como o governador vem tratando nossas pautas. De forma que os docentes do estado da Bahia prosseguem em greve por tempo indeterminado em virtude dos não avanços das negociações, das pautas de greve . Realizamos uma redefinição das propostas numa expectativa de um melhor entendimento, mas não houve nenhum avanço nesse processo de negociação. Numa entrevista a Rádio Metrópole, o governador Rui Costa falou muitas inverdades sobre nossas questões trabalhistas, principalmente com relação as questões salariais. Ele mantem uma inverdade que nós ganhamos um percentual de R$14.000 e isso não existe. Nós temos vencimentos que vão entorno de baixo salário, por isso a classe se sente desrespeitada com a fala do governador. Realizamos uma assembleia e deliberamos de uma forma bastante indignada em manter o movimento por retaliação a essa política implantada pelo governador”, disse Elília Camargo.

A Aduneb reconheceu os esforços do comando de greve e dos interlocutores do governo na negociação, mas considerou que os avanços conseguidos até então não são satisfatórios.

Entre as reivindicações da categoria, estão um reajuste de 25,64% no salário base, com pagamento escalonado durante o atual governo, e o retorno imediato do artigo 22 do Estatuto do Magistério Superior, que permite carga horária mínima de 8h em sala de aula para atuação maior em atividades de pesquisa e extensão.

 

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.