Paulo Afonso-BA, 19/08/2022
logo-275x210

Gabriel Diniz é o 3º vocalista do Cavaleiros do Forró a morrer em acidente

Por Agência de Notícias RBN

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter
Postado por Agência de Notícias RBN  \\\\    Portal da RBN    FM   93 ,  5

Além de Diniz, Inácio Alexandre e Eliza Clívia, além do guitarrista Edivan Paulo da Silva, foram vítimas de acidentes
CB Correio Braziliense

Inácio Alexandre, à esquerda, Eliza Clívia, no meio, e Gabriel Diniz, à direita, foram vocalistas da banda Cavaleiros do Forró(foto: Reprodução)
Inácio Alexandre, à esquerda, Eliza Clívia, no meio, e Gabriel Diniz, à direita, foram vocalistas da banda Cavaleiros do Forró
(foto: Reprodução)
A morte do cantor Gabriel Diniz, em um acidente aéreo nesta segunda-feira, foi a terceira tragédia a atingir um vocalista da banda Cavaleiros do Forró. Em 2005, o então cantor da banda, Inácio Alexandre, e o guitarrista, Edivan Paulo da Silva, foram vítimas de um acidente de carro. Já em 2017, Eliza Clívia morreu também em um acidente automobilístico.

Além dos Cavaleiros do Forró, Diniz também cantou na banda Forró na Farra antes de começar a carreira solo. Na época, o cantor cursava faculdade de engenharia elétrica e dividia seu tempo entre os estudos e a música.

Em suas redes sociais, O Cavaleiros lamentou a morte do cantor. “A vida é realmente um sopro. Nossos sentimentos à família do cantor Gabriel Diniz e toda equipe que com ele trabalhava”, diz a publicação da banda.

Tragédias

Uma colisão entre dois ônibus, em 2005, matou o cantor Inácio Alexandre e o guitarrista Edivan Paulo da Silva. Eles estavam voltando de um show do Cavaleiros do Forró. O acidente ocorreu na na BR-101, na cidade de Goianinha, a 70km de Natal. Além dos dois integrantes da banda, o acidente deixou mais dois mortos e 20 feridos.

Em 2007, a cantora Eliza Clívia, na época já ex-vocalista da banda, se envolveu em um acidente de trânsito em Aracauju. Ela havia iniciado a carreira solo havia pouco tempo e estava na cidade para divulgar um show.

Confira os últimos momentos do cantor Gabriel Diniz antes de embarcar no avião:

LEIA MAIS

 

Gabriel Diniz, cantor de ‘Jenifer’, morre aos 28 anos em queda de avião em Sergipe

 

Postado por Agência de Notícias RBN

O cantor Gabriel Diniz, conhecido pelo hit “Jenifer”, morreu nesta segunda-feira (27), aos 28 anos, na queda de um avião de pequeno porte no povoado Porto do Mato, em Estância, na região sul de Sergipe.

De acordo com a Polícia Militar, há três mortos: além de Gabriel Diniz, foram identificados Linaldo Xavier e Abraão Farias, pilotos e diretores do Aeroclube de Alagoas. Inicialmente, o Grupamento Tático Aéreo (GTA) havia informado que eram quatro ocupantes na aeronave, que decolou de Salvador e tinha como destino Maceió.

O velório de Gabriel Diniz deve acontecer no complexo esportivo Almeidão, em João Pessoa, cidade onde morava.

Amigos do cantor reconheceram o corpo dele entre as vítimas. A assessoria de imprensa da produtora do artista confirmou que ele estava no avião. Também foi encontrado o passaporte de Gabriel Diniz perto do local do acidente.

Na noite deste domingo (26), Gabriel Diniz havia feito um show em Feira de Santana (BA). O cantor estava indo encontrar a família para comemorar o aniversário da namorada, Caroline Calheiros, que completa 25 anos nesta segunda. Por esse motivo, ele pegou o avião para Maceió.

O Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) foi acionado por volta das 12h32 desta segunda. Equipes da PM e do Corpo de Bombeiros chegaram ao local do acidente numa embarcação dos bombeiros, já que a área é de difícil acesso, de mangue e mata fechada.

A Secretaria da Segurança Pública do Estado de Sergipe (SSP/SE) informou que os corpos resgatados estão sendo levados a Aracaju para dar entrada no Instituto Médico Legal (IML).

Em nota, a produtora de Gabriel Diniz afirmou:

“A Luan Promoções, familiares, fãs, amigos e equipe estão todos muito abalados com está triste notícia que pegou todos de surpresa nessa manhã, 27. Com muito pesar confirmamos a morte do Gabriel Diniz. O cantor estava em um bimotor que caiu no sul do estado de Sergipe no começo dessa tarde. Sua alegria estará para sempre em nossos corações! Não deixaremos perder a sua irreverência jamais, você conquistou uma nação com o seu trabalho e carisma!”.

O cantor tinha apresentações agendadas para esta quarta-feira (29) e esta quinta-feira (30) em São Paulo. Depois, estavam previstas datas em Afrânio (PE), Areia Branca (SE), Salvador e Belém.

A Aeronáutica irá investigar as causas do acidente com o avião em que estava Gabriel Diniz.

Em nota, o órgão informou que “investigadores do Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA II), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), realizarão a ação inicial da ocorrência envolvendo a aeronave de matrícula PT-KLO, ocorrido nesta segunda-feira (27/5), em Estância (SE)”.

A ação inicial é “o começo do processo de investigação e possui o objetivo de coletar dados: fotografar cenas, retirar partes da aeronave para análise, reunir documentos e ouvir relatos de pessoas que possam ter observado a sequência de eventos”, diz o comunicado.

A investigação do Cenipa tem o objetivo de prevenir que novos acidentes com as mesmas características ocorram.Não há prazo para as investigações terminarem.

Gabriel Diniz tinha 28 anos e nasceu em Campo Grande (MS). Ele foi criado em João Pessoa (PB), onde morava, e teve uma banda com amigos da escola. GD, como era conhecido, era um astro do forró, mas transitava bem no sertanejo.

O estouro veio no segundo semestre do ano passado, com “Jenifer”, o grande hit do último verão. A música divertida sobre uma mulher encontrada no Tinder foi a primeira de Diniz a chegar ao topos das paradas de todo o Brasil.

Os maiores sucessos anteriores dele eram “Paraquedas”, com Jorge e Mateus (18 milhões de visualizações no YouTube) e “Acabou, acabou”, com Wesley Safadão (62 milhões). Ele tinha empresários em comum com Safadão.

“Jenifer” foi escrita pelo grupo de compositores Big Jhows, originalmente para Gusttavo Lima. A interpretação de GD deu um tom mais leve e quase humorístico à letra.

Gabriel conseguiu comprar de Gusttavo a exclusividade de “Jenifer”, pelo mesmo valor que ele tinha pago aos compositores (eles não revelam a quantia). Tudo de forma amigável.

“Desde 2015 eu vou para Goiânia atrás de compositores. Fui o primeiro cara que saiu do Nordeste nessa busca. Depois foi o pessoal todo pra Goiânia: Wesley, Xand, até Simone e Simaria. Abrimos esse espaço para músicos e compositores”, explicou o cantor ao G1, no começo deste ano.

“Ninguém achou que ia ser esse sucesso. Nem o pessoal do meu escritório, nem meu empresário. O Wesley [Safadão] não acreditou, ninguém acreditou. Foi uma aposta minha, sozinho mesmo.”

G1

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.