Paulo Afonso-BA, 13/08/2022
logo-275x210

Falecimento de ACM completa 12 anos e Neto celebra memória do avô através das redes

Por Agência de Notícias RBN

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter

Postado por Agência de Notícias RBN \\\ Portal da RBN 93 , 5

 

Falecimento de ACM completa 12 anos e Neto celebra memória do avô através das redes
Uma das principais lideranças da política nacional, ACM morreu aos 79 anos, em decorrência de falência de múltiplos órgãos, situação secundária um quadro de insuficiência cardíaca.

Arcebispo Primaz do Brasil Dom Geraldo Margela presidiu a concelebração da missa de corpo presente | foto: Raimundo Mascarenhas

Neste sábado (20), o falecimento do ex-senador Antônio Carlos Magalhães completa 12 anos. Em virtude da data, o prefeito de Salvador ACM Neto (DEM) realizou uma postagem em sua conta oficial no Instagram, celebrando a memória do avô.

“ACM, sem dúvidas, era um homem que sabia o sinônimo de amizade e entrega. Aquele ali sempre soube ser um grande amigo para cada um de nossa família e também para toda a Bahia, a razão da sua vida. Que saudade!”, escreveu.

Uma das principais lideranças da política nacional, ACM morreu aos 79 anos, em decorrência de falência de múltiplos órgãos, situação secundária um quadro de insuficiência cardíaca.

Ele iniciou sua carreira política em 1954, quando se elegeu deputado estadual pela União Democrática Nacional (UDN). ACM foi três vezes deputado federal, três vezes governador da Bahia, prefeito de Salvador e senador da República entre 1994 e 2002. O político foi enterrado no túmulo da família, no cemitério Campo Santo, onde também jaz seu filho Luis Eduardo Magalhães, morto em 1998.

Ex-primeira dama Arlete Maron de Magalhães ao lado de ACM Neto no velório de Antônio Carlos Magalhães | Foto: arquivo Raimundo Mascarenhas

 

LEIA MAIS

Alimentos doados por Pauloafonsinos chegam na cidade de Coronel João Sá
Por Agência de Notícias RBN

Moradores da cidade de Paulo Afonso contribuíram com uma campanha de doações de mantimentos para as famílias que ficaram desalojadas em Coronel João Sá, que foi invadida pela água após o rompimento da barragem do Quati, que fica na cidade de Pedro Alexandre. A campanha foi encabeçada pelo repórter Gil Leal da RBN FM, que contou com ajuda de amigos.

Roupas, lençóis, toalhas, colchões e alimentos foram levados em um caminhão disponibilizado por Dona Salete da Schin. Uma equipe ficou responsável pela separação das as doações e entregaram para as famílias através do Padre Thiago que recepcionou a equipe de Paulo Afonso.

A cidade de Coronel João Sá foi a mais atingida pela inundação, porque fica em uma altitude mais baixa que Pedro Alexandre. Cerca de 500 pessoas estão desalojadas.

 

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.