Paulo Afonso-BA, 11/08/2022
logo-275x210

Suposto casal de hackers movimentou mais de R$ 600 mil em dois meses, aponta Coaf

Por Agência de Notícias RBN

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter

                                                     Políticos e jornalistas que tiveram contato com hackers estão ‘lascados’

Postado por Agência dee Notícias RBN \\\\ Portal da RBN FM 93 , 5
Foto em reprodução
Amanda Nunes Brückner

 

Desde o início dos vazamentos das mensagens roubadas (hackeadas), o objetivo principal do ativista Glenn Verdevaldo era um só: MATAR A LAVA JATO E TIRAR LULA DA CADEIA.

Pois bem … só que o jogo virou.

Mais cedo, o juiz federal Vallisney de Souza Oliveira, determinou a quebra do sigilo telefônico dos quatro suspeitos que foram detidos pela PF.

Dando sequência às investigações, Vallisney também pediu que as empresas Google, Apple, UOL/BOL e Microsoft forneçam informações sobre as comunicações feitas pelos supostos hackers que estão presos em Brasília.

“Oficiem-se às empresas Apple Computer Brasil Ltda, Google, Uol/Bol e Microsoft para que forneçam os dados cadastrais, os registros IP de acesso e Mac address dos últimos seis meses, além de todos os dados e arquivos em nuvem e armazenados referentes às contas de e-mail indicadas.”

Imagine só quanto email ‘cabeludo’ vai aparecer … políticos, jornalistas, advogados, enfim, todos que tiveram a inocência de se comunicar com esses suspeitos estão mais enrolados que ‘rabo de leitão’

O réu confesso Walter Delgatti permitiu que agentes da PF acessassem todos os seus arquivos armazenados na nuvem.

Porque será que alguns deputados e senadores do PT, que são tão ativos nas redes sociais, estão quietos hoje?

Alguém aí arrisca um palpite ?

 

 

LEIA MAIS

Suposto casal de hackers movimentou mais de R$ 600 mil em dois meses, aponta Coaf

Por:  Amanda Nunes Brückner  \\ Diário do Poder

O casal Gustavo e Suellen, preso pela PF através da Operação Spoofing e acusado de ter invadido celulares de autoridades, movimentaram cerca de R$ 627 mil reais em suas contas num período de 60 dias.

A informação consta na decisão do juiz federal Vallisney de Oliveira, da 10ª Vara da Justiça Federal do Distrito Federal e os dados foram obtidos através de um mapeamento feito pelo Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras).

Suellen movimentou em sua conta mais de 203 mil reais entre os dias 07 de março e 29 de maio deste ano.

No caso de Gustavo, foram feitas movimentações de 424 mil reais entre os dias 8 de abril e 29 de junho.

O primeiro vazamento de mensagens feito pelo site IntercePT ocorreu no dia 12 de junho.

Por: Diário do Poder

 

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.