Paulo Afonso-BA, 12/08/2022
logo-275x210

Flamengo bate Botafogo em grande clássico no Maraca e se aproxima da ponta

Por Agência de Notícias RBN

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter

Postado por Agência de Notícias RBN \\\ Portal da RBN FM 93 , 5

 

                                                                                                                          Da redação:  GazetaEsportiva

 

. Com o resultado, os rubro-negros chegaram a 24 pontos e seguem na terceira posição do Campeonato Brasileiro. Já os alvinegros, com 16, caíram para a nono na Série A.

O Botafogo abriu o placar no início, com Cícero. No entanto, o Flamengo chegou ao empate ainda na etapa inicial, com Gerson. No segundo tempo, o clássico ficou mais movimentado e os rubro-negros viraram com Gabriel. Diego Souza voltou a igualar o confronto para os alvinegros. Só que Bruno Henrique marcou o terceiro e decretou a vitória dos flamenguistas.

 

Na próxima rodada, o Flamengo viaja até Salvador para enfrentar o Bahia, no domingo. No mesmo dia, o Botafogo encara o Avaí, em Florianópolis.

Em clássico movimentado, o Flamengo superou o Botafogo por 3 a 2, neste domingo, no MaracanãGO

O Flamengo começou o jogo em busca do gol e quase abriu o placar aos dois minutos. Bruno Henrique fez boa jogada, mas chutou pela linha de fundo. Depois, o mesmo atacante não conseguiu dominar a bola após cruzamento e facilitou a defesa de Gatito Fernández.

O Botafogo, aos poucos, saiu da pressão rubro-negra e buscou o ataque. Os alvinegros aproveitaram a primeira chance criada e marcaram aos 13 minutos. Após escanteio, Cícero se antecipou a Diego Alves e desviou para a rede.

O revés foi sentido pelo Flamengo, que viu o Botafogo em outra jogada de bola parada, com Joel Carli. Só que, aos poucos, os rubro-negros voltaram a dominar a posse de bola e voltaram a assustar, aos 29 minutos. Willian Arão chutou da entrada da área e acertou a rede pelo lado de fora.

Depois de rondar muito a área, o Flamengo chegou ao empate aos 34 minutos. Gerson fez boa jogada individual e chutou cruzado, sem chance para Gatito Fernández.

Nos minutos finais, o panorama da partida seguiu o mesmo. O Flamengo dominava as ações e quase virou aos 41 minutos. Trauco arriscou da entrada da área obrigou Gatito Fernández a espalmar para frente. Pra sorte do Botafogo, a bola foi para a zaga, que tirou o perigo. Os alvinegros ainda responderam em falta de Marcinho, mas o clássico permaneceu igual até o intervalo.

No segundo tempo, o Flamengo continuou tendo mais posse de bola, mas quem assustou primeiro foi o Botafogo, aos quatro minutos. Luiz Fernando fez fila e chutou colocado, mas para fora. O lance animou os alvinegros, que desperdiçaram nova chance aos sete. Diego Souza tocou para Rodrigo Pimpão na área, só que o atacante mandou por cima do travessão.

No entanto, quando chegou com qualidade, os rubro-negros viraram a partida, aos oito minutos. Rafinha fez boa jogada pela direita e cruzou para a área. Joel Carli cortou para frente e viu Gabriel acertar belo chute de primeira, sem chance para Gatito Fernández.

O revés não mudou a postura do Botafogo, que seguiu bem na parte ofensiva. O Flamengo recuou e permitiu aos alvinegros passarem a pressionar em busca do empate. A insistência surtiu efeito aos 21 minutos. Diego Souza cobrou falta com força e acertou o canto de Diego Alves.

Após a igualdade, o clássico ficou mais movimentado, pois as duas equipes passaram a buscar o ataque. O Flamengo mostrou mais qualidade e chegou ao terceiro gol, aos 28 minutos. Após boa troca de passes, Rafinha mandou para Bruno Henrique apenas empurrar para a rede.

A partir dai, os rubro-negros passaram a administrar o resultado com muito toque de bola. O Botafogo ainda buscava os avanços, mas pareceu sentir a parte física. O goleiro Diego Alves só fez uma defesa difícil, em cabeçada de Alex Santana. Assim, o Flamengo conseguiu manter o resultado até o apito final.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO 3 X 2 BOTAFOGO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 28 de julho de 2019, domingo
Hora: 16h (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Neuza Ines Back (SP)
VAR: Thiago Duarte Peixoto (SP), Salim Fende Chavez (SP) e Fabricio Porfirio de Moura (SP)
Renda: R$ 1.645.403,00
Público: 42.483 pagantes

Cartões amarelos: Gabriel, Cuéllar, Gerson, Trauco e Rafinha (Flamengo); Rodrigo Pimpão e Gabriel (Botafogo)

GOLS
FLAMENGO: Gerson, aos 34min do primeiro tempo; Gabriel, aos 8min do segundo tempo; Bruno Henrique, aos 28min do segundo tempo
BOTAFOGO: Cícero, aos 13min do primeiro tempo; Diego Souza, aos 21min do segundo tempo

FLAMENGO: Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio (Thuler), Pablo Mari e Trauco; Cuéllar, Willian Arão e Gerson; Lincoln (Lucas Silva), Bruno Henrique e Gabriel (Piris da Motta)
Técnico: Jorge Jesus

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Marcinho, Joel Carli, Gabriel e Jonathan (Lucas Barros); Cícero, Alex Santana e João Paulo (Victor Rangel); Rodrigo Pimpão (Lucas Campos), Luiz Fernando e Diego Souza
Técnico: Eduardo Barroca

 

. Com o resultado, os rubro-negros chegaram a 24 pontos e seguem na terceira posição do Campeonato Brasileiro. Já os alvinegros, com 16, caíram para a nono na Série A.

O Botafogo abriu o placar no início, com Cícero. No entanto, o Flamengo chegou ao empate ainda na etapa inicial, com Gerson. No segundo tempo, o clássico ficou mais movimentado e os rubro-negros viraram com Gabriel. Diego Souza voltou a igualar o confronto para os alvinegros. Só que Bruno Henrique marcou o terceiro e decretou a vitória dos flamenguistas.

Na próxima rodada, o Flamengo viaja até Salvador para enfrentar o Bahia, no domingo. No mesmo dia, o Botafogo encara o Avaí, em Florianópolis.

Postado por Agência de Notícias RBN \\\ Portal da RBN FM 93 , 5

Em clássico movimentado, o Flamengo superou o Botafogo por 3 a 2, neste domingo, no MaracanãGO

O Flamengo começou o jogo em busca do gol e quase abriu o placar aos dois minutos. Bruno Henrique fez boa jogada, mas chutou pela linha de fundo. Depois, o mesmo atacante não conseguiu dominar a bola após cruzamento e facilitou a defesa de Gatito Fernández.

O Botafogo, aos poucos, saiu da pressão rubro-negra e buscou o ataque. Os alvinegros aproveitaram a primeira chance criada e marcaram aos 13 minutos. Após escanteio, Cícero se antecipou a Diego Alves e desviou para a rede.

O revés foi sentido pelo Flamengo, que viu o Botafogo em outra jogada de bola parada, com Joel Carli. Só que, aos poucos, os rubro-negros voltaram a dominar a posse de bola e voltaram a assustar, aos 29 minutos. Willian Arão chutou da entrada da área e acertou a rede pelo lado de fora.

Depois de rondar muito a área, o Flamengo chegou ao empate aos 34 minutos. Gerson fez boa jogada individual e chutou cruzado, sem chance para Gatito Fernández.

Nos minutos finais, o panorama da partida seguiu o mesmo. O Flamengo dominava as ações e quase virou aos 41 minutos. Trauco arriscou da entrada da área obrigou Gatito Fernández a espalmar para frente. Pra sorte do Botafogo, a bola foi para a zaga, que tirou o perigo. Os alvinegros ainda responderam em falta de Marcinho, mas o clássico permaneceu igual até o intervalo.

No segundo tempo, o Flamengo continuou tendo mais posse de bola, mas quem assustou primeiro foi o Botafogo, aos quatro minutos. Luiz Fernando fez fila e chutou colocado, mas para fora. O lance animou os alvinegros, que desperdiçaram nova chance aos sete. Diego Souza tocou para Rodrigo Pimpão na área, só que o atacante mandou por cima do travessão.

No entanto, quando chegou com qualidade, os rubro-negros viraram a partida, aos oito minutos. Rafinha fez boa jogada pela direita e cruzou para a área. Joel Carli cortou para frente e viu Gabriel acertar belo chute de primeira, sem chance para Gatito Fernández.

O revés não mudou a postura do Botafogo, que seguiu bem na parte ofensiva. O Flamengo recuou e permitiu aos alvinegros passarem a pressionar em busca do empate. A insistência surtiu efeito aos 21 minutos. Diego Souza cobrou falta com força e acertou o canto de Diego Alves.

Após a igualdade, o clássico ficou mais movimentado, pois as duas equipes passaram a buscar o ataque. O Flamengo mostrou mais qualidade e chegou ao terceiro gol, aos 28 minutos. Após boa troca de passes, Rafinha mandou para Bruno Henrique apenas empurrar para a rede.

A partir dai, os rubro-negros passaram a administrar o resultado com muito toque de bola. O Botafogo ainda buscava os avanços, mas pareceu sentir a parte física. O goleiro Diego Alves só fez uma defesa difícil, em cabeçada de Alex Santana. Assim, o Flamengo conseguiu manter o resultado até o apito final.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO 3 X 2 BOTAFOGO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 28 de julho de 2019, domingo
Hora: 16h (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Neuza Ines Back (SP)
VAR: Thiago Duarte Peixoto (SP), Salim Fende Chavez (SP) e Fabricio Porfirio de Moura (SP)
Renda: R$ 1.645.403,00
Público: 42.483 pagantes

Cartões amarelos: Gabriel, Cuéllar, Gerson, Trauco e Rafinha (Flamengo); Rodrigo Pimpão e Gabriel (Botafogo)

GOLS
FLAMENGO: Gerson, aos 34min do primeiro tempo; Gabriel, aos 8min do segundo tempo; Bruno Henrique, aos 28min do segundo tempo
BOTAFOGO: Cícero, aos 13min do primeiro tempo; Diego Souza, aos 21min do segundo tempo

FLAMENGO: Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio (Thuler), Pablo Mari e Trauco; Cuéllar, Willian Arão e Gerson; Lincoln (Lucas Silva), Bruno Henrique e Gabriel (Piris da Motta)
Técnico: Jorge Jesus

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Marcinho, Joel Carli, Gabriel e Jonathan (Lucas Barros); Cícero, Alex Santana e João Paulo (Victor Rangel); Rodrigo Pimpão (Lucas Campos), Luiz Fernando e Diego Souza
Técnico: Eduardo Barroca

 

LEIA MAIS

      O Brasileirão tem novo líder: Santos vence, mantém Avaí na lanterna e assume a ponta

Torcedores levam bandeira com rosto de Sampaoli para a Vila Belmiro

Peixe aproveita tropeço do Palmeiras, vence na Vila Belmiro por 3 a 1 e abre dois pontos na liderança do campeonato

Brasileirão tem novo líder
O Santos é o novo líder do Campeonato Brasileiro. Embalado pela torcida, que lotou a Vila Belmiro, e animado pelo tropeço do Palmeiras contra o Vasco, o Peixe venceu o Avaí por 3 a 1 neste domingo e pulou para a ponta da competição. Derlis González, Carlos Sánchez e Felipe Jonatan fizeram os gols do time treinado por Jorge Sampaoli. O resultado manteve a equipe catarinense (que fez seu gol com João Paulo) na lanterna do Brasileirão. Veja abaixo os melhores momentos da partida:

 

 

 

 

Como fica

Com a vitória, a sexta seguida no campeonato, o Santos foi a 29 pontos, dois à frente do Palmeiras, segundo colocado. O Avaí segue em último, com apenas cinco pontos – é o único time sem vencer no Brasileirão. Na próxima rodada, o Santos recebe o Goiás, novamente na Vila Belmiro (às 11h de domingo). O Leão, às 19h do mesmo dia, recebe o Botafogo na Ressacada. Clique aqui e veja a tabela do Brasileirão.

Primeiro tempo
O Avaí surpreendeu com uma postura agressiva nos primeiros minutos, desfazendo a ideia de que o Santos pressionaria desde o começo. Mas a surpresa caiu por terra aos oito minutos, quando o Peixe chegou ao gol no rebote de uma cobrança de falta – Derlis González fez. O gol animou o Santos a pressionar o adversário, mas o Avaí conseguiu encaixar ótimo ataque pela direita e alcançou o empate com João Paulo. A igualdade forçou o time de Sampaoli a exercer novamente o controle da partida. Soteldo cresceu no jogo e, pela esquerda, fez uma jogadaça para Sánchez completar para o gol: 2 a 1.

 

Segundo tempo

O Santos voltou com Felipe Jonatan (anote esse nome) no lugar de Alison, amarelado, e manteve o segundo tempo morno, a seu gosto, sem permitir que o Avaí desse sinais de que poderia empatar o jogo. Foram 23 minutos até surgir uma boa chance – e para o Peixe: Sasha mandou na trave o rebote de um chute de Felipe Jonatan, e Sánchez não conseguiu aproveitar a sobra. Logo depois, Marinho (que entrara no lugar de Soteldo) perdeu gol cara a cara com o goleiro Lucas Frigeri. O jogo esquentou, e o Avaí reagiu com chute muito perigoso de Gegê – Everson fez ótima defesa. Até que, aos 33, brilhou a estrela de Sampaoli. Felipe Jonatan, como um meia pendendo para a esquerda, recebeu na área, encobriu o goleiro e garantiu a vitória santista.

Santos consegue controlar o Avaí no segundo tempo

Santos consegue controlar o Avaí no segundo tempo (Foto: Ricardo Moreira/Fotoarena/Estadão Conteúdo)

Craque do jogo
O meia Soteldo foi eleito o craque do jogo. Ele fez linda jogada no gol de Sánchez. Veja a entrevista do venezuelano (e a fofura de seu filho) no vídeo:

Soteldo cria a jogada do segundo gol do Santos

Eleito o craque do jogo, Soteldo valoriza união e força do grupo do Santos

A volta de Derlis

O paraguaio Derlis González não jogava pelo Santos desde 18 de maio – há mais de um mês –, na derrota de 4 a 0 para o Palmeiras. Desde o retorno da Copa América, ficou no banco contra Bahia e Botafogo, sem ir a campo. E o retorno foi em grande estilo. Foi ele que abriu o caminho da vitória santista sobre o Avaí aos oito minutos de jogo. Veja o gol:

Gol do Santos! Derlis González chuta forte para abrir o placar aos 8 do 1º tempo

Sampaoli suspenso

O técnico Jorge Sampaoli foi o primeiro no Brasileirão a ser suspenso pelo terceiro cartão amarelo – a advertência para treinadores é uma novidade desta temporada. O argentino não gostou de um amarelo dado para o volante Alison, reclamou com a arbitragem e acabou também levando o cartão. Ele não poderá ficar na área técnica na próxima rodada, contra o Goiás.

 

Os meninos da árvore
A Vila Belmiro foi enfeitada neste domingo com a bandeira que os chamados “meninos da árvore” fizeram para o técnico Jorge Sampaoli. Os garotos assistiam a treinos do Santos em cima de árvores no CT e foram chamados pelo técnico para ver as atividades mais de perto. Como retribuição, fizeram uma bandeira para o argentino.

 

Enfim, um golzinho

Santos consegue controlar o Avaí no segundo tempo

Gol do Avaí! Time chega tocando de forma rápida e João Paulo deixa tudo igual aos 27 do 1º tempo

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.