Paulo Afonso-BA, 20/08/2022
logo-275x210

Procon não tem equipe para fiscalizar postos de combustíveis em Paulo Afonso

Por Agência de Notícias RBN

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter

Nesta quarta, 21, o repórter Gil Leal, questionou a ausência de um fiscal de defesa do consumidor no Procon em Paulo Afonso, e com isso impede que o órgão realize a fiscalização dos preços e da qualidade da gasolina nos postos de combustíveis da cidade.

Por este motivo, o consumidor fica a mercê de possíveis abusos e nem sequer pode acompanhar os preços praticados, mesmo porque, com a nova política de preços da Petrobras, os reajustes nas bombas têm sido frequentes.

De acordo com as informações o órgão da cidade fica localizado do SAC, porém não se vê as equipes atuando em Paulo Afonso. A reportagem da RBN FM vai procurar o responsável pelo PROCON e saber o motivo pelo qual o mesmo não está atuando.

Preços

Levantamento da RBN FM, mostra que o preço médio da gasolina praticado em postos de Paulo Afonso é R$ 4,45, entre R$ 4,49 (mínimo) e R$ 4,51 (máximo), uma variação muito grande de preços de um posto para outro.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.