Real Madrid vence e mantém perseguição ao Barça pela liderança do Espanhol

Por Agência de Notícias RBN

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter

Postado por Agência  Revista de Notícias   (    R   B   N   ) 

. Fonte: Gazeta Esportiva

 

Pressionado após a goleada do Barcelona no sábado, o Real Madrid também fez bonito e venceu em seu retorno ao Campeonato Espanhol pós-paralisação. Os merengues bateram o Eibar por 3 a 1, com gols de Kroos, Sergio Ramos e Marcelo; Bigas descontou.

 

Com o triunfo, a equipe da capital manteve a diferença de dois pontos para o líder Barça; agora os madrilenhos têm 59, contra 61 dos catalães. Já o Eibar estacionou na 16ª colocação com 27 pontos, dois acima do Mallorca, primeiro time da zona de rebaixamento.

(Foto: Pierre-Philippe Marcou/AFP)

 

Com portões fechados, o Real preferiu mandar a partida no Estádio Alfredo Di Stéfano, no centro de treinamentos do clube, enquanto finaliza reformas no Santiago Bernabéu.

Os brasileiros Marcelo, Casemiro e Rodrygo foram titulares na equipe de Zidane. Outra novidade foi a entrada de Hazard, que perdeu boa parte da temporada por lesão. Éder Militão e Vinícius Júnior entraram na segunda etapa.

O jogo
No primeiro tempo, o Real foi muito efetivo e marcou três gols em quatro finalizações. Logo aos três minutos, Benzema tentou jogada individual, a defesa do Eibar cortou mal e Kroos emendou de primeira da entrada da área. A bola acertou o ângulo direito da meta basca. Golaço.

Aos 29, Sergio Ramos roubou bola no campo defensivo e saiu em arrancada. O zagueiro deixou com Benzema, que cortou o marcador e encontrou Hazard na cara do gol em belo passe. O belga não foi fominha e tocou para Sergio Ramos, que ampliou o placar como se fosse centroavante.

Sete minutos depois, Benzema deu outro belo passe para Hazard, que invadiu a área e bateu para defesa do goleiro. No rebote, mais uma vez a defesa do Eibar cortou mal e Marcelo emendou batida cruzada, sem chances de defesa. Na comemoração, o brasileiro se ajoelhou e ergueu o punho cerrado, símbolo da luta antirracista.

Com boa vantagem no placar, o Real não manteve o mesmo nível de desempenho na segunda etapa e sofreu as consequências. Aos 14, Bigas emendou chute após bate-rebate dentro da área, a bola desviou na defesa madrilenha e enganou Courtois. Minutos antes, Enrich havia acertado o travessão do Real em cabeçada. Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PESQUISAR