“É apenas um ajuste das bases de dados” diz Secretário Estadual de Saúde sobre diferença dos boletins da SESAB e dos municípios

Por Agência de Notícias RBN

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter

Em entrevista à uma rádio baiana o Secretário Estadual de Saúde, Fábio Villas-Boas, explicou as diferenças dos boletins epidemiológicos da SESAB e dos municípios.

Villa-Boas disse que tal situação vem ocorrendo por conta de um ajuste na base de dados, onde casos notificados não eram concluídos.

“Isso é apenas um ajuste das bases de dados que vinha acontecendo em que vários municípios notificavam no sistema, ou seja, entrava um caso e não fechava o caso, não concluiam o caso e resultavam em uma quantidade de casos imensos notificados e esse a casos nunca eram confirmados e fechados”.

Sistema pra evitar tal problema 

“Nós desenvolvemos um sistema que já vinham trabalhando a um tempo que comparava a base de dados do LACEN dos exames que já tinham dado positivo com a base de dados dos casos notificados e limpamos grande parte desses casos, pouco mais de um mês aconteceu a mesma coisa, houve um aumento súbito de casos confirmados e agora nós definimos que passados 24hs desses casos não confirmados, a gente vai começar a confirmar automaticamente, de modo a evitar que eles permaneçam ai durante semanas apenas como casos notificados. Isso dá mais transparência, mas o que mas importa se a gente for olhar o número de casos é que o número de ativos não mudou, assim como não mudou o número de óbitos”,  concluiu o secretário.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *