Leco deixará São Paulo sem conquistar título em 19 torneios disputados

Por Agência de Notícias RBN

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter

O presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, vai deixar o clube no final deste ano, quando será realizada a eleição. Ele sairá do comando do clube sem ter conquistado um título sequer em 19 campeonatos disputados. Assumiu a presidência em outubro de 2015. A última chance de Leco levantar uma taça era a do Campeonato Paulista, mas o Tricolor foi eliminado pelo Mirassol, em mais um vexame no estádio do Morumbi. As outras competições de 2020 terminarão no próximo ano por causa da mudança do calendário devido à pandemia do novo coronavírus.

Não é apenas dentro de campo que Leco não deixará um bom legado. As finanças do clube, como mostra a análise do banco Itaú BBA divulgada nesta semana, também preocupam. A dívida do São Paulo chegou a R$ 526 milhões em 2019, mesmo com a gestão Leco tendo arrecadado mais de R$ 550 milhões em venda de jogadores, como mostrou o levantamento feito pelo Estadão neste ano. Na análise financeira, o Itaú BBA diz que o São Paulo está “vivendo há 10 mil anos atrás”. “A recuperação era lenta, os erros existiam, mas ao menos o rumo era conhecido. Em 2019, o São Paulo resolveu não apenas repetir os erros comuns a tantos clubes, como aumentou a carga. Afinal, a vida é curta para economizar e passar vontade.

E a gestão esportiva fala mais alto que a gestão financeira. Pois bem, o resultado foi um clube que aumentou substancialmente suas dívidas, ficou longe de resultados esportivos relevantes, cometeu tantos velhos erros das gestões do futebol e ainda foi incapaz de alavancar as receitas recorrentes. O Futebol gasta, o Marketing olha e o Financeiro corre para tentar pagar as contas. Era assim na época da bola de capotão. Hoje não dá mais. Se antes o clube vivia num eterno Dia da Marmota, agora a marmota engordou e deixou estragos que serão complicados de serem resolvidos”, alertou o estudo

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *