Paulo Afonso-BA, 29/10/2020
logo-275x210

“Se dependece da UTI ele tinha sobrevivido” diz filha de vítima da COVID ao reconhecer eficácia da UTI de Paulo Afonso

Por Agência de Notícias RBN

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter

Na noite desta quarta-feira (23), circulou nas redes sociais um áudio de uma mulher que se diz filha de uma das vítimas fatais pela COVID-19 em Paulo Afonso.

Cristiane disse que seu pai estava internado há 19 dias no HMPA e que quando contraiu o coronavírus, foi transferido para a UTI Municipal. Elareconheceu o trabalho da equipe médica e eficácia da Unidade de Terapia Intensiva.

“É Cristiane que trabalha na Seduc, vejam só, eu estou de luto pelo meu pai, segunda ele veio a falecer, ele estava em tratamento na UTI do BTN, inclusive eu estou produzindo uma carta de moção e aplausos para todos os profissionais que trabalham naquela UTI. Ele passou 19 dias internado no HMPA, profissionais também muito dedicados, de excelência, claro que o hospital não tem a estrutura que a UTI tem, mas quando ele foi positivado de COVID, que ele passou pra UTI”.

UTI Municipal

“Ele foi muito bem tratado, um trabalho humanizado, os profissionais muito preocupados com a família, todos os dias emitiam boletins, fizeram chamadas de vídeo pra gente pode está vendo nosso pai por conta que não tem visitas, é um tratamento de excelência, disponibilizaram as vezes um técnico ou enfermeiro para está o tempo todo com o meu pai, usaram todos os equipamentos”.

Equipamentos da UTI

“São máquinas de primeiro mundo que em algumas UTIs das capitais não tem, os médicos todos muito preocupados, fazendo o possível e impossível pra salvar vidas, o possível e impossível pra mandar informações, pra está em contato com os doentes”.

Agradecimento e pede que o povo de Paulo Afonso faça o mesmo

“Eu só tenho a agradecer muito a todo equipe e a gente de Paulo Afonso deveria também agradecer muito por ter uma UTI na nossa cidade desse nível, que em comparação com UTIs de capitais não tem esse atendimento e essa assistência. Ele faleceu porque chegou o momento, a hora dele, ele já foi pra lá com algumas complicações muito sérias e depois a COVID veio pra fatalizar a situação, já pegou a COVID porque estava muito debilitado”.

Se dependesse da UTI a vítima tinha sobrevivido 

“Se tivesse tido uma possibilidade que dependece da UTI ele tinha sobrevivido sim, porque eles são profissionais de excelência, os equipamentos também, remédio, não faltou nada para o meu pai, só faltou mesmo pra ele sobreviver porque já era a hora dele, quando ele chegou já chegou muito ruim, como doutor Henrique disse, com possibilidade de vida era menos de 10%”.

Por ser ano político tentam prejudicar a UTI

“Então acho que deve ser divulgado, uma forma de mostra a comunidade, esse é um momento atípico e as pessoas estão usando pra isso, mas é inverdades, a gente não pode compactuar com isso, com inverdades, então eu sou uma testemunha central de como funciona. Eu admiro muito vocês estarem engajados e mostrando a verdade as pessoas e o que eu pode ajudar pode contar comigo. Eles estão de parabéns, é um projeto iniciante e mesmo assim eles estão cuidando”, finalizou.

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *