Paulo Afonso-BA, 27/09/2021
logo-275x210

O Globo: um (ex) jornal a serviço do autoritarismo

Por Agência de Notícias RBN

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter

Observem as imagens à direita (na imagem abaixo): faixas com críticas ao Supremo (“pelo fim da ditadura do STF” e “STF Talibã do Brasil”) são chamadas pelo jornal de “atos ilegais de incitação contra o Supremo”, e de “afronta explícita”.

Nas entrelinhas, a justificativa para que os manifestantes sejam alvo dos inquéritos inconstitucionais que vêm se tornando a “especialidade” do STF.

Alguém já viu o jornal chamar de “atos ilegais de incitação contra o presidente da República” faixas com dizeres do tipo “Bolsonaro genocida”?

Ou chamar de “afronta explícita” faixas de “Bolsonaro fascista”?

Para O Globo, falar mal do presidente é liberdade de expressão; falar mal dos ministros do STF é crime com pena de prisão.

É a desonestidade intelectual de um jornalismo que morreu e virou militância.

E mais…

Na manchete, “BOLSONARO ISOLADO”.

Logo abaixo, nas fotografias, desmentindo a própria manchete, as imagens do “isolamento”.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *