Paulo Afonso-BA, 04/07/2022
logo-275x210

Faltando nove dias para o fim da segunda etapa da campanha contra a Influenza e Sarampo, a Secretaria de Saúde de Paulo Afonso registra baixa procura nos postos de saúde

Por Agência de Notícias RBN

Postado por:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on google
Share on twitter

Faltando nove dias para o fim da segunda etapa da campanha contra a Influenza e Sarampo, a Secretaria de Saúde de Paulo Afonso registra baixa procura nos postos de saúde. Essa fase da vacinação se estende até 3 de junho e, especialmente, as crianças de 6 meses a menores de 5 anos devem ser imunizadas, uma vez que as síndromes respiratórias agudas estão afetando este público em larga escala nos município vizinhos.

De acordo com dados, até o momento a cobertura é de 26% do público prioritário e a Secretaria reforça que é muito importante que o público desta etapa procure as unidades. Além de crianças de seis meses a menores de 5 anos, estão dentro desse grupo trabalhadores da saúde, idosos com 60 anos ou mais, povos indígenas, gestantes e puérperas, professores, pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, profissionais de forças de segurança e salvamento e Forças Armadas, caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuário e funcionários do sistema prisional.

“Paulo Afonso tem uma quantidade de público estimado de 41 mil pessoas que precisam ser vacinadas nestas etapas. Nós estamos com uma procura baixa, até o momento apenas 26% do público alvo foi imunizado e a gente deseja proteger a população de Paulo Afonso”, diz a coordenadora de Imunização, Damaris Lopes.

A população pode procurar as Unidades Básicas de Saúde (UBS), de segunda a quinta, das 7h30 às 10h30 e de 13h30 as 16h30, e sexta das 7h30 às 12h30.

“A vacina está disponível desde o mês de abril em todas as unidades e é um público que envolve todos eles, professores, trabalhadores e principalmente a criança de 6 meses a menores de 5 anos que precisa ser levada pelos pais. A da Influenza esse ano vem com uma cepa nova, é uma vacina nova. Esse ano é necessário que seja aplicada a nova vacina H3N2 que vem uma cepa a mais para proteger ainda mais”, explica a coordenadora

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.